Seguir

Rock Danger revela capa e tracklist da mixtape “VERÃO”

Embarcando no clima de verão e implementando uma musicalidade dançante, melódica e que também retrate a realidade das comunidades do Rio de Janeiro, a Rock Danger lança, na próxima segunda-feira (6), a tão aguardada mixtape Contando com onze faixas e uma bônus, o projeto marca a presença de todos os artistas da gravadora: Major RD, Derxan, LEALL, Big Bllakk e Btrem; além ainda das participações de Azzy, MG CDD, Raffé, Pior Versão de Mim, SD9, Young Ganni, Puterrier, Raro e Gbzin; e produções musicais de Babidi, 808Luke, $amuka e VTnoBeat.

Como forma de apreciação e instigação por que está por vir, o trabalho já teve duas músicas lançadas: ‘Sala de Estar’ e ‘Retro’, que contam com as participações de Big Bllakk, LEALL, Btrem, MG CDD, Derxan e Major RD; e produções musicais de Babidi e Pedro Apoema.

A mixtape vem com a ideia de difundir o verão com a estética não apenas do drill, mas também das love song’s, funk e boombap. Sobre essas novas sonoridades, o rapper LEALL fala como pode ser proveitoso para a carreira de cada um: “a nossa ideia é estar sempre inovando, criar coisas novas! Não que vamos deixar o drill, que estamos acostumados a fazer, de lado; mas estamos querendo imprimir uma nova sonoridade”.

“Acredito que vai ser um trabalho muito interessante e que vai alcançar um público diferente. A mixtape de verão é a cara do Rio de Janeiro”, diz Big Bllakk sobre como isso pode atingir novos ouvintes.

“Eu gostei de participar de ‘Sonho da Braba’ com a Azzy. Acho muito importante um feat só com duas mulheres, e isso vai abrir a cabeça de todos para enxergarem que a gente é versátil e podemos fazer muitas coisas, e bem. A mixtape fez com que todos os artistas saíssem da sua bolha, e fizemos bem”, conta Btrem sobre sua faixa preferida do projeto.

“Essa é uma pergunta difícil. Fico entre ‘Sala de Estar’ e ‘Mete Ficha’, mas todas estão muito boas”, completa MG CDD dando a sua opinião. Definitivamente, a Rock Danger vem para consolidar o nome da gravadora e prosseguir a mística de um ano sólido em meio a cena do rap nacional.