Segundo traficante se declara culpado no caso de Mac Miller

Capa Mac Miller

Foto : reprodução

Uma segunda pessoa se confessou culpada de distribuir fentanil no caso de overdose de Mac Miller

Foi relatado há algumas semanas que o fornecedor de drogas de Mac Miller se declarou culpado de acusações de distribuição de fentanil. Na quarta-feira, foi revelado que um segundo homem se declarou culpado de acusações semelhantes no mesmo caso. De acordo com o departamento de justiça, o homem de 38 anos do Arizona, Ryan Michael Reavis, se declarou culpado de uma acusação de distribuição de fentanil como parte de um acordo de confissão.

Reavis admitiu “saber que os comprimidos continham fentanil ou alguma outra substância controlada”. Ele enfrenta uma sentença de vinte anos e uma vida inteira de liberdade supervisionada. O TMZ relata que Reavis forneceu comprimidos de oxicodona falsificados misturados com fentanil a Cameron James Pettit, o traficante que os vendeu a Mac Miller. Ele foi ordenado a fazê-lo por Stephen Walter, que também recentemente se declarou culpado.

Foto: Getty Images

Esta notícia chega menos de um mês após o relançamento da mixtape de Mac “Faces” nos serviços de streaming. Um videoclipe póstumo de “San Francisco” também foi lançado para coincidir com o lançamento. Além disso, Mac participou do último álbum de estúdio de Young Thug, Punk, na música “Day Before”, que foi gravada um dia antes da morte do rapper.

Ao longo de um instrumental com uma variedade de ruídos de animais, Thugger abraçou seu lado mais suave enquanto Miller, como só ele poderia, entra rimando no seu melhor estilo, tudo isso enquanto permanece tão contido e suave durante toda a faixa. O som, chamado “Day Before”, serve como uma janela perfeita para as mentes de dois rappers enigmáticos com uma ética de trabalho insana e catálogos prolíficos.

“Eu estava com Mac um dia antes de ele morrer”, disse Thug à equipe do The Breakfast Club. “Ele estava no meu estúdio e nós fizemos a música do meu álbum. Essa merda é tão louca, mas coincidente. Ele veio ao estúdio e fez a música comigo e no dia seguinte ele morreu. E o nome da música é ‘Day Before’ (Dia Antes), mas a música é sobre tipo mulheres, e extravagante”.

Sair da versão mobile