Jannah Theme License is not validated, Go to the theme options page to validate the license, You need a single license for each domain name.

Ski Mask revela que discutiu com XXXTENTACION ao receber último conselho do rapper

O álbum de Ski Mask ‘Stokeley” continua a acumular streams, marcando um passo notável na evolução do jovem rapper. O rapper era um grande amigo de XXXTENTACION, tendo conhecido o rapper muito antes dele se tornar famoso. Agora, a Billboard sentou-se com The Slump God para uma extensa conversa, na qual ele discute o profundo impacto que XXXTENTACION teve sobre ele – tanto na vida como na morte.

“Vai soar estranho, mas vou dizer que depois da morte de Jah, isso me acordou pra muitas coisas”, diz Ski Mask. “E uma dessas coisas foi que eu preciso levar minha música a sério, e que preciso acordar.” Ele continua refletindo sobre o último argumento fraternal que ele e XXXTentacion já tiveram, que aconteceu durante a performance de reunião no Rolling Loud. Miami no dia 13 de maio.

“Ele me disse que minha visão estava embaçada”, admite Ski. “Eu não lembro exatamente a palavra que ele usou, mas ele disse basicamente que minha visão estava embaçada, que minha tomada de decisão não era mais o que costumava ser. E eu acabei discutindo com ele. Mas ele estava tentando me dizer sobre mim e como eu poderia fazer melhor para mim mesmo. E eu não estava tentando levar isso assim, eu estava dizendo: ‘Você está apenas tentando me mostrar que é melhor que eu. Eu já sei que você é melhor que eu! Foi assim que me senti na época. Não era ciúme, era só eu querer ser meu próprio homem, vendo o quanto Jahseh era seu próprio homem. “

Embora deva ser difícil pensar, é ótimo ver que o Ski Mask levou as palavras de X para o coração. Stokeley é um retorno bem-vindo à forma de The Slump God, uma noção expressa através das impressionantes vendas da primeira semana . “Eu vi que a minha tomada de decisão foi borrada”, diz ele, tendo permitido que o espaço das palavras de X ressoasse. “Eu achava que o que eu estava fazendo na época era legal e estava funcionando. Mas depois que ele morreu, eu vi o que ele estava dizendo. Eu estava tipo, ‘Bruh…’ eu estava indo por um caminho ruim, minha carreira estava indo por um caminho que, se eu não mudasse logo, seria visto de uma certa maneira para sempre. Eu vejo isso agora ” .

Fellipe Santos

Publicitário, carioca, apaixonado por hip hop e tatuagens
Botão Voltar ao topo