Tay-K supostamente engoliu um frasco de comprimidos e começou a ouvir vozes após sua prisão.

A história do rapper de 19 anos Tay-K foi fascinante, para dizer o mínimo. Nascido Taymor McIntyre, o jovem foi preso há mais de dois anos por acusações de assassinato. Enquanto fugia da polícia, sua música “The Race” explodiu e ganhou notoriedade entre a comunidade hip-hop.

Seu julgamento começou esta semana e, finalmente, estaremos  sabendo mais informações sobre o rapper, terminando com sua sentença em breve. Espera-se que Tay-K receba uma sentença de 40 anos e, embora isso possa mudar facilmente, parece que o artista do Texas poderia estar planejando alegar insanidade.

Como relatado pelo Fort Worth Star-Telegram, um investigador no caso revelou algumas informações bastante chocantes sobre Tay-K, que poderia apontar para ele tentar sair com acusações mais leves por causa de uma doença mental. O investigador de Nova Jersey, George Gyure, testemunhou no tribunal ontem que, depois de ser capturado pela polícia, McIntyre disse às autoridades que havia engolido um frasco de comprimidos e começado a ouvir vozes em sua cabeça.

Depois de ser avaliado em um hospital local, os resultados foram negativos, mas Tay-K insistiu no fato de estar ouvindo vozes. Ele foi mantido em uma enfermaria psiquiátrica por pouco mais de um dia antes de se mudar para um centro de detenção comum.

Na terça-feira, Tay-K entrou com uma confissão de culpa por duas acusações de roubo agravado. Como observado pela XXL, o rapper pegará prisão perpétua se condenado por assassinato capital. Fique ligado para mais informações nos próximos dias.