Juicy J e DJ Paul estão cobrando o grupo $uicideboy$ no valor de 6,45 milhões de doláres em um novo processo.

De acordo com os documentos judiciais arquivados em 25 de junho que a XXL obteve na terça-feira (8 de setembro), Dj Paul e Juicy J entraram com um processo de violação de direitos autorais contra a dupla $uicideboy$ por “sample ilegal e roubo” de 35 faixas pertencentes ao Three 6 Mafia. Ambos os grupos já trabalharam juntos no passado.

Nos documentos, os advogados do Three 6 Mafia afirmam que $uicideboy$, composto por Ruby Da Cherry e Scrim, usou ilegalmente elementos de canções como “Mask and Da Glock”, “Mafia Niggaz (Yeah Hoe)” e “Smoked Out, Loced Out” para “negociar e lucrar com o som original do Three 6 Mafia e com o sucesso conquistado com dificuldade na indústria do hip-hop”,

Para referência, o $uicideboy$ lançou canções intituladas “Ma$k and da GlocK”, “Smoked Out, Loced Out” e “BREAKDALAW2K16”, todas elas com os mesmos instrumentais das canções correspondentes acima.

“As canções infratoras dos réus acumularam milhões de streams no YouTube.com, Spotify, Soundcloud e Apple music pelos quais eles receberam o pagamento de royalties”, diz uma parte dos documentos.

Para obter uma compensação, Juicy e Paul estão procurando US$ 1,2 milhão por “danos compensatórios e reais, incluindo [d] lucros por infração”, bem como US$ 5,2 milhões por danos legais.

Por sua vez, o $uicideboy$ nega que tenha ilegalmente sampleado as faixas, roubado ou infringido qualquer uma das 35 canções do Three 6 Mafia em documentos judiciais arquivados em 28 de agosto. A dupla de Nova Orleans também nega que Juicy J e DJ Paul possuam os direitos autorais para a maioria das canções que Ruby e Scrim são acusados ​​de roubar.

Ruby e Scrim alegam no processo que Juicy J nunca lhes pagou “quaisquer taxas, royalties ou outra compensação por seus serviços de produção, batidas não publicadas e contribuições criativas para as mixtapes Highly Intoxicated e Shutdafuckup. Eles alegam que Juicy “nunca foi apresentado e o $uicideboy$ nunca tenha assinado, qualquer documento transferindo os direitos de $uicideboy$ nesses serviços de produção, batidas não publicadas e contribuições criativas para Juicy J”.

Além disso, eles afirmam que Juicy J aprovou verbalmente as autorizações de quaisquer alegados samples do Three 6 Mafia supostamente usadas pelo $uicideboy$ em troca de seus serviços de produção, batidas não publicadas e contribuições criativas dos serviços para as duas mixtapes de Juicy J.

A notícia é uma surpresa porque Juicy e DJ Paul têm uma relação de trabalho com a dupla. De acordo com os documentos, um associado de DJ Paul certa vez ofereceu ao $uicideboy$ 500 mil por show para abrir para Paul e Crazytown. $uicideboy$ supostamente rejeitou a oportunidade. Em 2017, Juicy J disse que estava fazendo uma mixtape com os $uicideboy$ e tinha estado no estúdio com a dupla com bastante frequência.