Travis Scott nega culpa em tragédia e quer seu nome retirado dos processos judiciais de festival

O advogado de Travis Scott apresentou uma moção para encerrar as ações judiciais contra ele após a tragédia do Astroworld Festival

Já se passou quase um mês desde que a tragédia atingiu o Festival Astroworld anual de Travis Scott. O rapper tem sido relativamente discreto desde que tudo aconteceu, incluindo vários processos judiciais contra ele e que totalizam bilhões de dólares em danos. Ele ofereceu uma breve declaração escrita antes de compartilhar um vídeo em que parecia estar perturbado, que desde então se transformou em um meme.

De acordo com o TMZ, o rapper já ofereceu uma resposta oficial às ações movidas contra ele, exigindo que seu nome e suas empresas fossem retirados de qualquer litígio em torno da tragédia. Uma moção foi apresentada em nome de Scott negando as acusações contra ele que foram movidas em uma ação judicial criminal de uma pessoa chamada Jessie Garcia.

O rapper quer que o processo seja totalmente encerrado em relação a ele, Jack Enterprises e sua gravadora, Cactus Jack. A resposta é uma “negação geral” que permite a Scott responder às ações civis movidas contra ele.

Como você provavelmente notou, o rapper não se desculpou ou admitiu qualquer delito nas últimas semanas, provavelmente na tentativa de fazer com que os processos fossem arquivados. Em resumo, Travis Scott negou responsabilidade por qualquer uma das mortes ou ferimentos ocorridos no festival.

A TMZ ainda informa que Scott provavelmente emitirá uma resposta semelhante para os outros processos movidos contra ele, e é possível para ele fazer tudo de uma vez. O rapper foi recentemente atingido por um “litígio multistrital” de 275 processos judiciais combinados, todos com acusações semelhantes.

Scott e sua equipe também solicitaram que o mesmo juiz presidisse os casos, embora ainda não tenha havido uma resposta a isso.

Sair da versão mobile