Trey Songz explica porque não assinou com Drake em 2007

Apesar de ter condições na época, Trey acabou perdendo uma grande oportunidade de negócio.

Trey Songz está aqui promovendo um novo álbum duplo liberado na semana de seu 34º aniversário. Para marcar a ocasião, Trey elaborou um itinerário de sua escolha preferida de mídias. Entre eles, ele listou Big Boy’s Neighborhood, o principal nome da rádio do hip-hop de Los Angeles. A entrevista provou em algum nível, que mesmo após uma década nos holofotes da mídia, ainda há muito a aprender sobre o cantor de R&B de fala mansa. No boletim esta semana: sua decisão de não assinar com Drake quando eles se conheceram em 2007.

A conversa começa aos 17 minutos da entrevista, quando Trey Songz narra a primeira vez que ele encontrou Drake, quando o cantor de R&B ainda vivia no porão inacabado de seu empresário. Na verdade, foi o seu gerente que colocou os dois juntos.

Isso foi provavelmente em 2007, Drake não estava focado principalmente em seu processo de composição. Trey Songz, como eu disse antes, estava morando em um porão inacabado – sua configuração de estúdio era bem mínima. Estamos falando de duas saídas de microfone e um laptop de 14 polegadas, e a acústica natural da unidade de alojamento.

Como diz a história, Drakes aparceu vestindo uma jaqueta Moncler, com sua demo de “Replacement Girl” na mão. Trey murmurou para si mesmo ao apertar a mão de Drake. “Quem é esse cara de pele clara?”. Na realidade, não demorou muito para Drake conquistá-lo.

Apesar de Trey admitir que Drake que testemunhamos hoje é muito mais “equipado e ajustado”, o potencial da estrela estava lá desde o início. “Drake queria assinar comigo, mas eu não podia fazer o que precisava ser feito por ele”, disse Trey, mostrando pouco arrependimento.

“Eu vi o talento nele”, acrescentou. Big Boy não o pressionou mais. Era evidente, Trey não estava na posição para supervisionar a carreira de um artista como está hoje. Trey acabaria por gravar uma parte de canto em “Replacement Girl” mais tarde em 2007. A dupla iria colaborar novamente dois anos depois em “Successful”, o sucessor de um dos primeiros hits de Drake, “Best I Ever Had”.

Trey Songz Explains Why He Didn't Sign Drake + Shares Thoughts on Tekashi 6ix9ine