Presidente americano trabalhou pelo liberdade do rapper, mas acabou não conseguindo.

Finalmente! Após passar quase um mês preso em uma prisão na Suécia, A$AP Rocky foi libertado após seu julgamento terminar neste sexta-feira (02).

O rapper e dois membros da sua equipe são acusados de agredir violentamente um homem durante uma briga nas ruas de Estocolmo. Rocky afirmou que agiu em legitima defesa em seu depoimento.

+ Trump envia representante do governo para acompanhar julgamento de ASAP Rocky

+ Fã do rapper ASAP Rocky é presa após ameaçar explodir embaixada da Suécia

O julgamento do artista americano aconteceu hoje em Estolcomo e durou três dias. A sentença no entanto só será revelada em algumas semanas mas o artista não precisará ficar mais detido no país.

O advogado do rapper disse a um tribunal de Estocolmo que seu cliente deve ser absolvido no julgamento, que chamou a atenção até do presidente americano Donald Trump e levou fãs a pedirem um boicote ao pais europeu.

+ Trump ataca Suécia e primeiro-ministro do país após A$AP Rocky não ser libertado

+ Principal testemunha contra ASAP Rocky é presa por roubo na Suécia

Trump tentou ajudar na libertação de Rocky, o presidente americano entrou em contato com o primeiro-ministro da Suécia e se irritou com o mesmo depois de não conseguir a liberdade do rapper. Apesar do apoio, muitos estão acreditando que a ação de Trump visa conquistar votos da comunidade afro-americana, já que ele já está em campanha de reeleição.

Um representante do governo dos EUA foi enviado por Trump para acompanhar o julgamento de Rocky na Suécia. E agora, que a liberdade foi concedida ao cidadão americano, Trump foi ao twitter para comemorar. O presidente ficou feliz por Rocky estar voltando para casa e fez trocadilhos com o nome do rapper.

“A$AP Rocky liberado da prisão e está a caminho de casa nos EUA vindo da Suécia. Foi uma semana rochosa (Rocky), chegue em casa (ASAP) O Mais Rápido Possível A$AP!”, tuitou Trump.