O rapper Black Thought disse que dois álbuns clássicos do The Roots também foram destruídos no incêndio.

Ontem, um artigo do New York Times informou sobre um incêndio destrutivo que aconteceu há uma década. Na época, foi revelado que uma atração do parque e um cofre de vídeo foram queimados na Universal Studios. Só isso já era um grande negócio porque, no cofre, haviam toneladas de momentos importantes na história cinematográfica. Demorou mais de dez anos para esta nova informação sair, mas milhares de gravações originais de artistas cmo Tupac, Snoop Dogg, Eminem, 50 Cent e mais foram supostamente destruídas no incêndio também. A Universal teria tentado manter isso em segredo por causa da insana perspectiva de perder mais de 500 mil gravações no fogo, mas agora eles foram forçados a responder as alegações.

Conforme relatado pela Variety, a Universal está agora negando o artigo que foi publicado pelo New York Times, dizendo que não a informação não é totalmente verdadeira. Eles dizem que o artigo contém “inúmeras imprecisões, declarações enganosas, contradições e mal-entendidos fundamentais do escopo do incidente e dos ativos afetados”.

“A preservação musical é da mais alta prioridade para nós e estamos orgulhosos do nosso histórico”, diz o comunicado da Universal. “Embora existam restrições que nos impedem de abordar publicamente alguns dos detalhes do incêndio ocorrido nas instalações da NBCUniversal Studios há mais de uma década, o incidente – embora profundamente infeliz – nunca afetou a disponibilidade da música lançada comercialmente nem afetou a remuneração dos artistas.”

A Universal não está argumentando o fato de que mais de 500 mil gravações originais foram destruídas. No entanto, eles estão martelando a noção de que eles levam a preservação da música mais a sério do que qualquer um de seus concorrentes. “A UMG investe mais em preservação de música e desenvolvimento de produtos de áudio de alta resolução do que qualquer outro na música”, continuaram antes de esclarecer algumas das precauções que tomaram.

O rapper Black Thought recentemente falou com a HipHopDX onde foi confirmado que dois álbuns clássicos do grupo The Roots foram danificados nas chamas. “Também tivemos alguns clássicos destruídos no fogo”, disse Black Thought. “Em suma, esse foi o artigo mais deprimente de todos os tempos. Não ‘da história’, mas foi bem pesado. Eu me lembro de quando ele aconteceu. Nossos dois primeiros clássicos – You Want More? !!! ??! e Illadelph Halflife – foram perdidos no incêndio “.

O incêndio foi referido como “o maior desastre na história do mundo da música”.