Virgil Abloh lutava contra câncer raro no coração há mais de 2 anos

capa virgil abloh

O CEO da Off White e diretor artístico da Louis Vuitton, Virgil Alboh, morreu neste domingo

A notícia da morte de Virgil Abloh chocou o mundo da moda, do hip-hop e do streetwear. A informação foi dada através das empresas que o designer gerenciava. Segundo a Louis Vuitton, Virgil faleceu no domingo (28) após uma longa batalha contra um câncer, uma doença que ele carregava e lutava em segredo por vários anos.

O CEO da LV, Bernard Arnault, acrescentou: “Estamos todos chocados com essa notícia terrível. Virgil não foi apenas um designer genial, um visionário, ele também foi um homem com uma alma linda e grande sabedoria. A família LVMH se junta a mim neste momento de grande tristeza, e todos nós estamos pensando em seus entes queridos após o falecimento de seu marido, seu pai, seu irmão ou seu amigo.”

Segundo informações da Complex, Virgil tinha um cancêr raro e agressivo no coração, chamado angiossarcoma cardíaco. Ele tinha acabado de completar 41 anos em 30 de setembro. De acordo com uma postagem em seu Instagram, o estilista lutou contra o câncer raro por dois anos após ser diagnosticado em 2019. Mesmo doente, ele ainda liderou uma série de projetos de moda, arte e cultura, incluindo uma parceria com a Mercedes-Benz, várias colaborações com a Jordan e uma nova campanha de viagens para Louis Vuitton.

“Ele costumava dizer: ‘Tudo o que eu faço é pela versão de mim mesmo aos 17 anos’, acreditando profundamente no poder da arte para inspirar as gerações futuras”, diz o post. Em 2018, ele fez o impensável ao se tornar a primeira pessoa afrodescendente a comandar a linha de roupas masculinas da Louis Vuitton.

Mais recentemente, Abloh se tornou um dos executivos negros de maior sucesso e alto escalão nos mercados de moda e luxo com a aquisição da Off-White pelo grupo LVMH.

Sair da versão mobile