NGC Borges e Flacko foram os últimos a sofrer com as censuras do YouTube.

Os rappers carioca NGC Borges e Flacko, revelaram nesta semana que o Youtube, do Google, excluiu alguns dos clipes de suas músicas por violações da política de conteúdo. Os clipes em questão apresentavam armas. Os videoclipes que foram excluídos do Youtube são as faixas “Proibidão 2020” e “Americano”. “YouTube excluiu a Proibidão 2020 e a faixa Americano do Flacko por “conter armas” é isso rapazeada, bom dia vlw !!” publicou NGC Borges em sua conta no Twitter.

Flacko não falou sobre o videoclipe que foi excluído, mas recentemente lembrou da época em que vivia no crime e quase foi preso, e fez uma reflexão. “É muito bom eu notar a minha evolução como artista. Há 3 anos eu era 155 (ladrão). Por 5 minutos, quase fui preso e ia pegar 2 a 5 anos de cadeia. Nunca tive vontade de ser trapper, mas eu acho que se hoje eu estou aqui é porque estava escrito e deus quis assim” publicou o artista.

Até então, outros videoclipes de Borges e Flacko que apresentam armas, ainda estão disponíveis no Youtube e não contem restrições.