Preço cai e estoques crescem, enquanto mercados legal e ilícito competem por clientes.

Os armazéns no Canadá estão repletos de maconha não vendida depois que os produtores superestimaram a demanda pela droga, que foi legalizada há um ano.

Em todo o país, os estoques de cannabis totalizaram quase 400 toneladas no final de agosto, o suficiente para atender dois anos e meio de demanda, de acordo com os últimos dados do governo.

Enquanto isso, o preço da droga caiu à medida que os distribuidores de cannabis legais e ilegais brigam por participação de mercado.

O estoque sugere que um ano após o Canadá se tornar a primeira grande economia a permitir o uso recreativo de cannabis em território nacional, a indústria superestimou o quanto os fumantes de maconha do país podem consumir e subestimou a capacidade do mercado ilegal de responder à concorrência.

via Folha de S. Paulo