Seguir

CazéTV recebe criticas por falta de pessoas negras na equipe de cobertura da Copa do Mundo Feminina

Casimiro é criticado por ausência negra em sua equipe.

Na manhã desta quinta-feira (20), estreou a mais nova edição da Copa do Mundo Feminina, que está sendo disputada na Austrália e Nova Zelândia. Fazendo a transmissão do espetáculo, a CazéTV anunciou, então, a equipe que ficará responsável pela cobertura completa campeonato mundial. Diante disso, os internautas iniciaram alguns questionamentos.

“Tô ligada que quem fecha casting não é você, Casimiro, mas, nessas horas, a ausência gritante de diversidade não-branca chega a doer os olhos”, comentou a apresentadora e diretora criativa Andreza Delgado. “Fala, Cazé. Entendo o seu anseio em fazer um canal inclusivo para mulheres. Você tá na frente de muitos dos seus pares. Contudo, mulheres negras não vêm tendo as mesmas oportunidades de inclusão. Que tal você colocar metade dessas mulheres negras? E nem tô pedindo a maioria, como é a população, apenas 50%. Um cheiro”, disse o publicitário, colunista e palestrante Luan Andrade.

CazéTV em expansão: veja lista de torneios com transmissão no canal de Casimiro - Lance!
Foto: Reprodução/Internet

O elenco de transmissão é formado por Casimiro Miguel, Fernanda Gentili, Luis Felipe Freitas, Valentina Bandeira, Belle Suarez, Ju Cabral, Raony Pacheco, Guilherme Beltrão, Letícia Macedo, Gabi Zanotti, Bruno Cantarelli, Fran, Belle Costa, Anita Efrain, Milla Garcia, Fernanda Maia, Milene Domingues, Bruna Dealtry, Bianca Molina e Nath Ferrão.

“Tem mulheres pretas que amam futebol, algumas independentes que só precisam de uma oportunidade. Tem mulheres de vparias regiões e sotaques do sudeste, inclusive. Considere dar chance, considere abrir porta, considere pavimentar, considere… privilegiar. Ter apenas uma mulher preta no time de frente da imagem só não seria pouco se a equipe fosse um total de duas pessoas”, expressou o comunicador PH Santos, que criou um demonstrativo de diversas profissionais qualificadas para exercer os cargos.

No mês de maio deste ano, Casimiro repercutiu nas redes sociais ao acusar um espectador que acompanhava a sua transmissão ao vivo de machista, após diversos comentários preconceituosos a uma comentarista feminina que participava da live. “É porque tu não gosta de ouvir voz de mulher, eu acho, talvez. Desculpa eu ser sincero. Só pode ser isso”, respondeu o streamer e apresentador. Durante a transmissão de um jogo nesta Copa do Mundo Feminina, centenas de opiniões do tipo também surgiram, e o chat de comentários foi desativado.

Confira os relatos nas publicações abaixo: