Diddy desistiu de assinar 50 Cent com a Bad Boy Records, revela rapper

capa diddy e 50 cent

Tony Yayo deu detalhes da chances perdida por Diddy

Tony Yayo afirmou recentemente que Diddy uma vez teve a oportunidade de assinar 50 Cent com a Bad Boy Records, mas perdeu a chance. O ex-rapper da G-Unit lembrou como a decisão foi tomada durante uma entrevista recente à VladTV. “Muitas pessoas não conhecem essa história”, começou Yayo. “50 foi falar com Diddy para fechar com a Bad Boy. Muita gente não sabe disso. Tivemos a reunião. E foi tão louco que Diddy não o contratou – eu sei que foi um dos maiores erros da Bad Boy. E você sabe, a situação [Kenneth “Supreme” McGriff”] – muitas pessoas estavam com medo de Preme – 50 não.”, disse.

Ele continuou: “Lembro que Diddy disse isso, ele nem se lembra. Ele disse: ‘Você tem as três coisas que as pessoas odeiam nos rappers.’ Ele disse: ‘Sim, não podemos contratar você, playboy. É muito. É muito drama com as coisas do Biggie e tudo isso”, falou.

Foto: Evan Agostini/Invision/AP/Shutterstock

A reunião aconteceu após o lançamento do single de estreia do 50 Cent, “How to Rob”, e logo após o momento em que ele foi baleado nove vezes em maio de 2000. Diddy disse que não queria se envolver no drama que percebeu viria com a assinatura de 50.

“Tivemos uma reunião com Diddy, era eu e 50, e ele aceitou a reunião por respeito”, explicou Yayo. “Ele tinha acordos em toda a mesa. Eu não estava dizendo que ele ia aceitar o acordo, ele pode não ter. Mas Diddy não queria aceitar o acordo por causa de todo o drama, mas 50 era o cara mais gostoso do planeta”, finalizou.

Veja a entrevista abaixo:

Sair da versão mobile