Capa Kanye West Capa Kanye West

Documentário inédito sobre Kanye West é cancelado por rede de TV nos EUA

“Não podemos apoiar nenhum conteúdo que amplifique sua plataforma”, disseram os co-CEOs do estúdio em uma carta aberta em respeito a Kanye West.

O estúdio de cinema e televisão MRC cancelou um documentário inédito focado em Kanye West devido aos recentes comentários antissemitas do rapper. “Esta manhã, após uma conversa com nossos cineastas e parceiros de distribuição, tomamos a decisão de não prosseguir com a distribuição de nosso documentário recém-concluído sobre Kanye West”, escreveram os CEOs, Modi Wiczyk e Asif Satchu, bem como o COO, Scott Tenley, em um comunicado na segunda-feira. “Não podemos apoiar nenhum conteúdo que amplifique sua plataforma”.

A MRC estava em negociações com distribuidores para lançar a produção antes desta última decisão. Quando perguntado se o documentário foi enviado para algum festival de cinema, um representante da empresa respondeu que “todas as atividades estão sendo retiradas”.

Kanye West: como polêmicas e declarações preconceituosas do rapper afastam fãs e anunciantes | Música | G1
Foto: Reuters/Lucas Jackson/File Photo

Em sua carta aberta, os líderes escreveram que Kanye West ajudou a colocar no “mainstream” o antissemitismo no clima atual. “O silêncio de líderes e corporações quando se trata de Kanye ou antissemitismo, em geral, é desanimador, mas não surpreendente. O que é novo e triste é o medo que os judeus têm de falar em sua própria defesa”, escreveram Wiczyk, Satchu e Tenley.

Os executivos do MRC escreveram que “duas mentiras importantes” alimentaram a retórica antissemita atual: “a mentira de que os judeus são maus e conspiram para controlar o mundo para seu próprio ganho” e o “uso pernicioso e terrível de falsa lógica” que “se você apoiar direito de existir de Israel, você é um racista. Se você é judeu, você apoia o direito de existência de Israel. Portanto, se você é judeu, você é racista”.

Os autores concluíram: “Se você ouvir ou encontrar a perpetuação dessas intolerâncias e falsidades, por favor nos avise. É totalmente inaceitável. E para aqueles que têm medo de usar sua voz, espero que isso os incentive a mudar isso”. No início de outubro, Kanye West fez vários comentários sobre judeus em várias plataformas, fazendo ele receber uma punição no Instagram e no Twitter. O artista até mesmo decidiu adquirir uma nova rede social, a Parler

Na semana passada, o THR informou ainda que a CAA havia parado de representar o artista. A marca de moda Balenciaga cortou os laços com West na sexta-feira, e a Adidas anunciou o fim da parceria hoje (25).