Epic 131 anuncia novo projeto com diversas visões adquiridas ao longo da vida

Escrito por Rodrigo Costa 30/10/2023 às 17:00

Foto: Divulgação
  • Facebook
  • WhatsApp
  • X (Twitter)
  • ícone de compartilhar

Epic 131 prepara-se para lançar mais um projeto .

Despertando o olhar para a vida de forma diferente, Epic 131 se prepara para lançar o mais novo projeto de sua carreira, reunindo diversas visões que têm adquirido ao longo da vida.
“Este projeto fez-me olhar para a vida de forma diferente! Vi que estava de hora de formar um Epic mais equilibrado em todos os aspetos, tanto na parte emocional, como no contexto de criação e lançamento”, conta ele.

Passando a usar acontecimentos negativos a seu favor, fazendo com que cada imprevisto faça-o atentar e perceber a razão de tal acontecimento e o que pode retirar para seu proveito, o artista acredita que a sociedade está em constante evolução, numa luta para se completar com ou sem pessoas, mas com a certeza de que no final só depende de si mesmo, apesar da rotina, companhias, hábitos, pensamentos e até mesmo a alimentação influenciarem na forma como se sente.

“O legado passa muito por provar certas ideologias às pessoas que hoje em dia se foram perdendo. O choque com o mundo real deixou muita gente com a perspectiva errada da vida. Muitas pessoas parecem que não sabem que a morte é garantida e vivem como se o orgulho fosse superior a isso! Para mim, não faz sentido viver em prol de sentimentos e emoções negativas que os outros partilharam sobre ti, o tempo é curto para nos taparmos em buracos só porque parece confortável cair na dor a longo prazo”, completa.

Além disso, a suposta hipocrisia do karma é outro assunto que vem explorando e compartilhando com diversos amigos seus. “A Igreja criou meios de controle e manipulação do ser humano, criando formas de nos sentirmos julgados pelos outros por termos certas atitudes, logo, nunca se tratou de fazer o bem por fazer sentido mas sim de fazê-lo porque um dia podemos ser nós a precisar ou simplesmente para não sermos vítimas de julgamentos”, acrescenta.

Epic 131 também acredita que a mesma teoria se aplica a expressão “não faças isso, podia ser tua filha”. Segundo ele, ver pessoas usando isso como forma de argumento para não fazerem algo mostra a falta de empatia existente na sociedade atualmente. Além da parte musical, o artista diz sentir uma necessidade de passar certas perspectivas que têm vindo a clarear com os anos e com a vida, agradecendo ainda a si mesmo por não ter se fechado num certo grupo social. “Lido com milionários e lido com miúdos que às vezes não comem e vendem droga”, relata.

Confira seu último lançamento

 

ícone

Recomendados para você