Ex-gangster envolvido na morte de Tupac ameaça Mike Tyson

Mike Tyson sofre ameaça.

Depois que o lendário campeão de boxe Mike Tyson anunciou que queria entrar no ringue com o indivíduo ou indivíduos que atiraram e mataram Tupac Shakur em setembro de 1997, um dos supostos atiradores, Keefe D, deu a Iron Mike um aviso, aparentemente uma ameaça de morte. Caso você não saiba, o ex-gangster revelou há alguns anos, que participou da morte de Tupac. Apesar disso, a polícia não está investigando ele no momento.

Durante a entrevista, Davis explica que o facto de ter cancro confere-lhe imunidade neste processo de julgamento, daí pode agora, passados 20 anos, fazer a sua confissão: segundo as suas palavras, no início do mesmo dia do assassinato, a vítima tinha espancado um dos membros do gangue “Southside Crips” do qual o entrevistado fazia parte.

Keefe D revelou que ele, Anderson e outros dois – Terrence ‘Brown T-Brown’ e DeAndre ‘Dre’ Smith – estavam em um Cadillac dirigindo por Las Vegas procurando por Tupac na noite do assassinato, como vingança pelo espancamento de seu sobrinho. Eles estavam a caminho do Clube 662 onde Tupac deveria se apresentar, mas se cansaram de esperar porque o rapper estava atrasado. O quarteto foi comprar bebidas, mas ouviu mulheres na calçada gritando o nome de Tupac e fizeram um retorno para estacionar ao lado do BMW de Tupac, que estava sendo conduzido naquela noite por Suge.

“Todas as mulheres estavam gritando ‘Tupac!’, E ele respondia ‘ei’ como uma celebridade, como se estivesse em um desfile”, disse Keefe. “Se ele nem estivesse fora do carro, nunca o teríamos visto”. No entanto, ele se recusou a dizer aos criadores do documentário ‘Death Row Chronicles’ quem puxou o gatilho. “Vou manter o segredo pela regra das ruas. Mas [o tiro] saiu do banco de trás”, disse ele em frente às câmeras.

Falando sobre os comentários de Mike Tyson, o homem emitiu uma ameaça. “Eu só preciso de um segundo com você, cara,” Keefe disse em resposta à declaração de Tyson. “É melhor você me deixar em paz e continuar lutando”, disse Keefe após fazer um gesto de apontar a arma com a mão.

Veja a ameaça flagrante de Keefe abaixo.