Uma petição na Change.org pedindo a deportação de Tory Lanez foi lançada no aniversário do cantor.

Depois que muitos rumores sobre tiroteio que deixou Megan Thee Stallion baleada correrem soltos, incluindo um que envolve a participação de Kylie Jenner no incidente,  a rapper de Houston decidiu abordar as informações em uma live em seu Instagram. Megan falou em lágrimas sobre como a perda de sua mãe a fez se cercar de pessoas em busca de conforto e, ao falar sobre o incidente envolvendo Tory Lanez, ele acrescentou que ela foi baleada nos dois pés.

Ela não citou o nome de Tory especificamente, provavelmente porque esta é uma investigação em andamento, mas deixou claro que não merecia ser baleada por que não agrediu ninguém. Após sua Live, outros artistas começaram dar unfollow em Tory Lanez nas mídias sociais e os fãs lançaram uma petição online para que o artista canadense fosse deportado dos Estados Unidos.

A petição do Change.org – lançada no aniversário de Tory (27 de julho) – declara: “Deporte Tory Lanez (Daystar Peterson) de volta para o Canadá e proíba ele de vir para a América PARA SEMPRE. Este homenzinho com um grande ego não contribuiu com nada para a economia americana e promove a violência contra as mulheres. Além disso, ele deve ser banido dos EUA PARA SEMPRE por tentar intencionalmente prejudicar Megan the Stallion. O ENVIE DE VOLTA AO CANADÁ O MAIS CEDO POSSÍVEL!”

Milhares de fãs foram até as mídias sociais para não apenas criticar e cancelar Tory Lanez, mas também para ameaçá-lo. O cantor não apresentou uma declaração sobre o incidente com Megan Thee Stallion e é provável que seu advogado o tenha aconselhado a ficar calado por enquanto. Tory não foi apontado como suspeito pela polícia por que Megan não prestou queixas contra ele e detalhes específicos sobre o tiroteio ainda são desconhecidos do público.