Homens que fingiam ser membros do Wu Tan Clan para conseguirem vantangens são condenados a 8 anos de prisão

Um homem da Geórgia foi condenado a 8 anos de prisão na semana passada por usar cartões de crédito roubados para fraudar hotéis e empresas de limusines, enquanto alegava ser membro do Wu-Tang Clan para conseguir vantagens.

De acordo com os documentos do tribunal, Walker Washington, 53, de Augusta, Geórgia, foi sentenciado na quinta-feira, 29 de abril, a 100 meses de prisão federal após se confessar culpado de conspiração para cometer fraude eletrônica. Washington também foi condenado a pagar quase US $ 299.900 em restituição às empresas que ele fraudou. O parceiro de crime de Washington, Aaron Barnes-Burpo, 29, de Crestview, Flórida, já havia sido condenado a sete anos de prisão depois de se declarar culpado das mesmas acusações e ter que pagar quase 300.000 em restituição. O esquema durou dois meses em 2019.

“Esses dois homens e sua falta equipe viveram bem por várias semanas trapaceando os prestadores de serviços de hospitalidade”, disse o procurador em exercício David H. Estes em um comunicado. “Elogiamos o cético funcionário do hotel que percebeu o golpe e alertou as autoridades, interrompendo o esquema”, disse ele.

O plano do grupo foi frustrado depois que eles tentaram reservar 10 quartos no Fairfield Inn and Suites em Augusta com o nome de “Rocnation / Wu-Tang Clan”. Os funcionários do hotel já sabiam que era uma fraude e contataram o FBI e a Rocnation, que confirmaram que o grupo não era afiliado e disseram que a empresa havia recebido ligações de outros hotéis.

Havia outras pessoas viajando com eles como parte de sua comitiva, mas eles não foram presos. Dois desses homens disseram à polícia que eram sem-teto de Atlanta, contratados por Washington e Barnes-Burpo para serem “guarda-costas”, segundo a denúncia. A AJC relata que os homens também deram um golpe de US $ 60.000 com a A-National Limousine, a empresa da qual eles alugaram o Rolls-Royce Phantom. Eles também causaram a dois estúdios de gravação de Atlanta uma perda total de mais de US $ 17.000, afirma a queixa.