Kodak Black não passa em testes de drogas e pode voltar para a cadeia

Kodak Black violou os termos da sua condicional.

O rapper da Flórida, Kodak Black, supostamente violou os termos de sua libertação da prisão no mês passado ao falhar em alguns testes de drogas, e agora foi revelado que os testes eram para ecstasy e cannabis. O super astro da música de 24 anos, foi condenado a completar um programa de tratamento de 90 dias, e um juiz permitiu que ele passasse 30 desses dias fora da Flórida. No entanto, por causa da violação da condicional, Kodak teve que se esforçar para comparecer ao Rolling Loud Festival, em Nova York, neste fim de semana.

De acordo com um relatório da TMZ, Kodak ainda estará presente no festival depois de dizer ao juiz que ele estaria lá apenas para negócios. Ele precisará permanecer em contato com seu oficial de liberação supervisionado, mas ele estará no show.  Isso vem após a explicação do rapper sobre um vídeo que apareceu online, que mostra ele dançando com sua mãe em um evento e agarrando sua bunda antes de tentar beijá-la na boca.

Foto: ShotByXeno

“Quando eu vejo minha mãe, mano, eu adoro ela, mano. Eu beijo os pés dela, mano, eu trato ela como se fosse minha mulher, o que você está falando garoto… Alguns de vocês nem mesmo gosta de sua mãe. Alguns de vocês nem ligam para sua mãe, mano. Alguns de vocês não passam tempo com sua mamãe, mano”, disse.

Recentemente Kodak Black diz que está se sentindo melhor e não pensa em coisas negativas, após assustar os fãs com postagens em sua conta no Twitter. O rapper orneceu a atualização por meio de um post em sua conta do Instagram.

“Quer dizer, talvez não seja a melhor coisa para tweetar e muito egoísta da minha parte deixar um pensamento como esse sucumbir”, escreveu ele. “Peço desculpas por duvidar de mim mesmo como se eu não fosse um gangsta, mas bandidos precisam de amor também, você sabe e é totalmente injusto com as pessoas que me amam que se importam e querem me ver feliz e bem-sucedido, seja como for! Obrigado a todos que se preocuparam e aos telefonemas e mensagens de texto, pelo que entendi, fiz uma declaração ousada, mas não se preocupe, não sou suicida e não tenho planos de me machucar”, disse.

Sair da versão mobile