Mãe de Lil Peep consegue provas e processo culpando gravadora por morte do rapper irá a julgamento

Um juiz determinou que a mãe de Lil Peep, Liza Kathryn Womack, tem provas suficientes para prosseguir com seu processo de homicídio culposo

De acordo com a Rolling Stone, o processo contra a gravadora do falecido rapper Lil Peep, First Access Entertainment, irá a julgamento. A página também informa que um juiz de Los Angeles negou o pedido da gravadora para arquivar a ação movida pela mãe do artista, Liza Kathryn Womack. Após a morte de Peep por overdose de fentanil em 2017, Womack entrou com uma ação em 2019, alegando morte por negligência da gerente de turnê da gravadora, Belinda Mercer.

Womack alegou que Mercer forneceu drogas para artistas na turnê “Come Over When Youre Sober”, incluindo cocaína, ketamina, Percocet e Xanax. Sua mãe também alega que ninguém no ônibus da turnê foi treinado para fornecer ajuda para salvar vidas, como macas ou desfibriladores, nem capaz de reconhecer os sinais de uma overdose. A juíza Teresa A. Beaudet determinou que as provas fornecidas por Liza eram suficientes para estabelecer uma “conexão causal” com a morte de Peep, mas considerou as declarações de seu colega de gravadora Cold Hart inadmissíveis como boatos.

Foto: reprodução

Hart acusou o empresário de Peep de ser o motivo do rapper ficar doente ao ingerir um excesso de Xanax para sair de um show sem perder dinheiro. Como ele não testemunhou pessoalmente isso, não poderia ser considerado no caso. Felizmente, parte de sua declaração estava disponível para uso. Hart foi capaz de atestar que Mercer forneceu drogas aos artistas no ônibus.

À medida que Womack avança em seu caso, há a chance de Beaudet rejeitar as acusações. O juiz rejeitou acusações semelhantes contra o empresário de Peep, Bryant “Chase” Ortega, dizendo que as evidências não mostravam que Ortega foi o motivo da negligência que levou à morte do rapper.

Sua mãe também afirma que a gravadora está retendo US$ 4 milhões dos produtos e vendas do rapper, em um esforço para impedir o processo.

Sair da versão mobile