Rapper 6ix9ine é condenado a pagar US$ 100 mil a vítimas da gangue Nine Trey Bloods

Capa Tekashi 6ix9ine

Foto: Reprodução

Tekashi 6ix9ine foi condenado a pagar duas vítimas de um assalto em 2018 realizados por membros da Nine Trey Gangsters Blood .

De acordo com documentos judiciais obtidos pelo AllHipHop, a juíza magistrada dos EUA, Jennifer E. Willis assinou um acordo com Seketha Wonzer e Kevin Dozier para as duas pessoas receber pelo menos US$ 30.000 em danos por roubo cometido pela gangue Nine Trey Bloods. Wonzer e Dozier ganharam um julgamento padrão depois de processar 6ix9ine por seu envolvimento.

“Este Tribunal respeitosamente recomenda o seguinte: Wonzer recebe US$ 15.000 em danos compensatórios sem permissão para emendar seu penhor do Medicare e US$ 15.000 em danos punitivos; e Dozier recebe US$ 30.000 em danos compensatórios sem permissão para alterar seu penhor do Medicaid, US$ 30.000 em danos punitivos e US$ 7.500 em danos triplos sob RICO”, ​​escreveu a juiza Willis.

Foto: Shareif Ziyadat/WireImage

Wonzer e Dozier queriam mais dinheiro, citando problemas de saúde mental e lesões, mas a juiza Willis não deu a eles devido à falta de provas no caso. A autoridade também disse que o envolvimento de 6ix9ine no roubo não foi tão grave quanto se pensava inicialmente.

As duas pessoas que abriram o processo alegaram que tiveram suas mochilas roubadas. Nelas continha seis discos rígidos com “12 anos de informações do cliente”, calçados, uma câmera, US$ 1.500 em dinheiro e uma corrente de ouro, enquanto 6ix9ine filmava a provação de um SUV próximo e depois postava nas redes sociais.

“[6ix9ine] se declarou culpado de cometer o roubo, que ambos os demandantes alegam ter causado danos mentais e em Dozier danos econômicos”, escreveu a juíza Willis. “Roubar Autores certamente evidenciou uma indiferença ou desrespeito imprudente à saúde e segurança das pessoas e resultou de mais do que um mero acidente. No entanto, o roubo foi um incidente isolado quanto aos Autores, no qual o Réu não estava fisicamente envolvido”.

Ela continuou: “Também não há evidência nos autos para apoiar a alegação dos Autores de que ‘o Réu fez com que as duas pessoas fossem violentamente roubados à mão armada por membros de gangues perigosos’. O réu estava do lado de fora do prédio onde ocorreu o assalto em um carro gravando o incidente. O registro não indica que o Réu enviou o vídeo do roubo para a mídia social, e não há evidências de que 6ix9ine tenha levado os itens apreendidos durante o roubo para si mesmo”.

O rapper do Brooklyn, Wonzer e Dozier têm duas semanas para apresentar objeções, enquanto os demandantes têm 30 dias para apresentar uma moção de honorários advocatícios assim que o pedido de indenização for emitido. Tekashi ainda não respondeu à ordem judicial. A conta não deve ser problema para o controverso rapper “GUMMO”, que disse que recebeu US$ 500.000 no mês passado por uma apresentação de 40 minutos na Turquia.

Além disso, Tekashi 6ix9ine foi processado em milhões após desistir de shows.

Sair da versão mobile