Snoop Dogg revela que ia lançar álbum atacando a Death Row e Suge Knight

Snoop Dogg quase liberou um projeto chamado “Fuck Death Row” no auge de sua briga com Suge Knight.

Apesar de fazer grande sucesso durante seu período na Death Row Records, Snoop Dogg deixou a lendária gravadora de forma tumultuada. Comprando uma briga com Suge Knight, o rapper conseguiu deixar a empresa no final dos anos 90 após assinar com selo No Limit Records de Master P.

No passado, Snoop já disse que Master P literalmente salvou sua vida naquele momento, mas agora o artista revelou mais detalhes sobre o assunto durante uma entrevista no The Breakfest Club que foi ao ar hoje.  “Você percebe que isso salvou minha vida?”, disse Snoop sobre a época que assinou com a No Limit. “Master P salvou minha vida. Eu ia lançar um álbum chamado ‘F*ck Death Row’, e Mack 10 iria me dar 1 milhão de dólares para colocá-lo nas ruas”.

Snoop Dogg continuou relembrando como Master P convenceu ele a não lançar o projeto, o que evitou uma grande confusão com a Death Row e o temido Suge Knight. “Eu fui lá e Master P me assinou um cheque de 35 mil dólares. Então eu pensei: ‘oh droga, eu curto o estilo desse mano’. Ele me chamou no seu escritório e perguntou no que estava trabalhando, eu respondi que preparava um álbum chamado ‘F*** Death Row’ e disse que era bem pesado’”, contou o veterano rapper.

Ciente do problema de Snoop com a Death Row, Master P assinou um contrato especial com o rapper e o levou junto com sua família para New Orleans, cedendo uma casa para ele morar na cidade. Snoop relembrou que nessa época sua casa e carros estavam todos em nome de Suge Knight.

Refletindo sobre a ideia de lançar um disco chamado “F*ck Death Dow”, Snoop classificou o plano como “estúpido” e que poderia causar uma “destruição em massa”. “Obrigado Deus por Master P”, finalizou Dogg sobre a situação.

Confira a entrevista abaixo.

Sair da versão mobile