Suge Knight faz revelações chocantes sobre assassinato de Tupac

Suge Knight diz que não desejaria essa prisão nem para seu “pior inimigo”.

Suge Knight comentou sobre a prisão de DuaneKeefe DDavis em relação ao assassinato de Tupac durante uma entrevista com a TMZ na segunda-feira. O cofundador da Death Row Records explicou por telefone que não planeja testemunhar na investigação. A prisão de Keefe D marca a primeira vez que acusações foram feitas no caso há muito tempo não resolvido.

“Bem, surpresa, em primeiro lugar”, disse Suge sobre sua reação à notícia. “Porque eu não acho que Keefe D jamais seria preso, nem quero vê-lo ser preso. Vamos esclarecer uma coisa, antes de mais nada: eu e Keefe D jogamos no mesmo time de futebol Pop Warner. E, seja qual for a circunstância – se ele teve envolvimento com algo, se ele não teve envolvimento com algo, eu não desejo que alguém vá para a prisão nem para o meu pior inimigo.”

Capa Suge Knight
Foto: reprodução

Knight confirmou que Orlando Anderson, o sobrinho de Keefe D, não foi o atirador. Os comentários se alinham com outro testemunho na investigação que disse a um grande júri de Las Vegas que Deandre “Big Dre” Smith atirou em Pac. “Só havia duas pessoas no carro; ‘Pac não vai contar a história, eu não vou contar a história”.

O rapper continuou logo após. “Posso te dizer isso: eu nunca tive nada de ruim a dizer sobre Orlando porque […] ele não era o atirador […] Não foi Anderson, então é tudo o que tenho a dizer sobre essa parte.” Em seguida, ele confirmou que não testemunhará no caso. “Eu não iria. Bem, em primeiro lugar, eu não vou subir no banco de testemunhas e testemunhar contra alguém para quê? […] Eu não iria, eu não testemunharia. Nada disso.”

Suge Knight está atualmente cumprindo uma sentença de 28 anos por homicídio culposo. Keefe D comparecerá ao tribunal em 4 de outubro para sua acusação formal.