Tory Lanez ressurgiu depois de ficar longe dos olhos do público desde as noticias do mês passado envolvendo Megan Thee Stallion em um tiroteio.

No início desta semana, o rapper canadense Tory Lanez foi flagrado pela primeira vez em um McDonald’s em Orlando, na Flórida. Tory Lanez pode ser visto pulando dentro do restaurante enquanto brinca com seu cachorro Charlie. Uma testemunha ocular afirma que estava ele também conversando com um sem-teto fazendo flexões.

Tory permaneceu fora das redes sociais desde o tiroteio em 12 de julho. Ele foi preso por carregar uma arma escondida em um veículo após uma confusão em frente a uma festa em Hollywood Hills. Durante o incidente, tiros foram disparados e Megan Thee Stallion sofreu vários ferimentos de bala nos pés. A polícia de Los Angeles está atualmente investigando alegações de que Tory era o homem por trás do gatilho.

Recentemente surgiu boatos de que Tory Lanez teria sido deportado dos Estados Unidos. Apesar de relatos horrendos, o nativo rapper de Toronto não foi ou corre risco de ser deportado. “Obviamente, Tory não foi deportado e está se colocando em quarentena com sua família”, disse uma fonte. “Este é um exemplo perfeito de divulgação de informações falsas sobre esse caso, seu paradeiro e seu caráter. Ele está de bom humor e está ansioso para que a verdade seja revelada naquela noite e não deseja nada além do melhor para Meg.”

Após o tiroteio, Megan contou a experiência angustiante, mas não mencionou Tory pelo nome. “Sofri ferimentos de bala, como resultado de um crime que foi cometido contra mim e realizado com a intenção de me machucar fisicamente”, disse Meg, que precisou fazer uma cirurgia para remoção dos estilhaços de bala. “Estou incrivelmente grata por estar viva e por esperar uma recuperação completa, mas era importante para mim esclarecer os detalhes sobre essa noite traumática”.