Will Smith responde após ser banido do Oscar por 10 anos

Will Smith foi breve em sua resposta ao banimento do Oscar e dos eventos da Academia

Quase duas semanas depois que Will Smith deu um tapa em Chris Rock durante a 94ª cerimônia do Oscar, a Academia de Artes e Ciências Cinematográficas decidiu que a estrela de King Richard está proibida de comparecer ao Oscar pelos próximos 10 anos. De acordo com o Hollywood Reporter, o conselho de administração de 54 pessoas da Academia realizou uma reunião virtual na sexta-feira para determinar quais ações disciplinares tomar contra Smith.

“O Conselho decidiu, por um período de 10 anos a partir de 8 de abril de 2022, o Sr. Smith não poderá participar de nenhum evento ou programa da Academia, pessoalmente ou virtualmente, incluindo, mas não limitado ao Oscar”, disse o presidente David Rubin da Academia e o CEO Dawn Hudson.

Reprodução

A declaração continuou: “O 94º Oscar foi concebido para ser uma celebração dos muitos indivíduos em nossa comunidade que fizeram um trabalho incrível no ano passado; no entanto, esses momentos foram ofuscados pelo comportamento inaceitável e prejudicial que vimos o Sr. Smith exibir no palco”.

A Academia passou a se desculpar por não “endereçar adequadamente” o incidente durante a transmissão. “Por isso, sentimos muito”, dizia a carta. “Esta foi uma oportunidade para darmos um exemplo para nossos convidados, espectadores e nossa família da Academia em todo o mundo, e ficamos aquém – despreparados para o inédito”.

Eles também expressaram “profunda gratidão ao Sr. Rock por manter a compostura em circunstâncias extraordinárias”, antes de agradecer aos “anfitriões, indicados, apresentadores e vencedores da noite por sua postura e graça durante nossa transmissão”.

Logo após o anúncio da Academia, Will Smith emitiu uma breve declaração de sua autoria, dizendo: “Aceito e respeito a decisão da Academia”. O ator de 53 anos não perderá seu prêmio de Melhor Ator e permanecerá elegível para futuras indicações ao Oscar.

Sair da versão mobile