Amigo de Lil Peep é preso por dar drogas fatais à mulher após o funeral do rapper

Michael Jones foi preso por distribuir heroína e fentanil.

Já faz quase um ano desde a morte prematura de Lil Peep . A morte do rapper foi confirmada como resultado de uma overdose de Xanax e fentanil, embora houvesse outras drogas encontradas em seu sistema também. Enquanto sua morte ajudou a abrir um diálogo sobre abuso de drogas e saúde mental na indústria da música, parece que um dos amigos de Lil Peep não levou a morte do rapper como um aviso.

De acordo com o TMZ , o DEA, com a ajuda do NYPD, prendeu um dos amigos de Lil Peep, Michael Jones, na quarta-feira por distribuir heroína e fentanil. Autoridades disseram que as drogas que Jones estava distribuindo fizeram com que uma mulher chamada Diana Haikova morresse. Jones foi identificado em uma acusação federal. Jones é um membro do Goth Boi Clique de Peep.

Autoridades disseram que Jones e muitos amigos de Peep se uniram em Long Island para o funeral do rapper, que aconteceu em 2 de dezembro de 2017. Em homenagem a Peep, Jones e os amigos de Peep comemoraram por três dias em Manhattan. Em 5 de dezembro, Jones conheceu Haikova, que não fazia parte do círculo, em uma festa do hotel. Jones supostamente forneceu heroína e fentanil a Haikova em seu apartamento depois.

A polícia disse que ela foi encontrada morta alguns dias depois em seu apartamento. Eles acreditam que Jones deu drogas a Haikova. Eles disseram que uma acusação contra ele afirma que ele distribuiu heroína alguns meses depois.

Sair da versão mobile