Seguir

Vítima de tiroteio em show de Meek Mill exige US$ 500 mil para retirar processo

Em 2016, um tiroteio em um show de Meek Mill deixou dois homens mortos e duas outras pessoas feridas. Desde então, Meek, o local que sediou o show, Live Nation e Roc Nation foram listados em um processo de uma das vítimas que sobreviveram após sofrer ferimentos por arma de fogo. Enquanto Meek Mill insistiu que ele não é culpado pelo tiroteio, ele enfrentou muitas questões legais. Agora, a vítima que o processou está exigindo um pagamento de US$ 500 mil para liquidar o caso.

Um dos homens que foi baleado durante o show de Meek Mill em 2016 apresentou uma “oferta de compromisso” contra o rapper e outros acusados, relata o TheBlast. Nathan Mitchell se ofereceu para resolver o caso por US$ 500 mil, mas há um problema. Nos documentos, Mitchell enfatizou que sua oferta só estará disponível por um período limitado de tempo. Ele também afirma que o montante pode aumentar devido a custos e despesas adicionais.

No processo de Mitchell, ele afirmou que Meek Mill foi negligente por ter segurança inadequada no concerto. Ele também afirmou que as letras de Meek incitaram a violência. Meek Mill negou todas as alegações de que ele era negligente ou tinha algo a ver com o tiroteio